5 de março de 2014

Carnaval 2014 atendeu às expectativas em Bananal.

  O Carnaval 2014 correspondeu às expectativas e entra para o hall dos melhores já organizados na cidade.

  Ressalvados alguns pontos problemáticos - o maior deles a higiene nos banheiros químicos - a folia deste ano agradou o público em geral, embora existam margens para melhorias em algumas novidades oferecidas.


  O Carnaval deste ano foi um sucesso em termos de atrativos e bom ambiente para os foliões nos bailes de rua. 

  A segurança oferecida pelas policias Militar e Civil foi eficiente e até melhorou ao longo dos dias. As blitze no pórtico de entrada já demonstravam que não haveria tolerância para quem não trouxesse somente alegria para brincar em Bananal. Os dois efetivos ficaram instalados em ponto estratégico na rua Dom Epaminondas (subida à direita da Matriz) e aos poucos foram acentuando as rondas na área central. As famílias agradecem tamanha sensação de ordem e segurança.

  Com exceção da qualidade da sonorização, a infraestrutura montada pela empresa contratada pela Prefeitura para o evento foi muito boa. Deram certo a praça de alimentação com tendas padronizadas nas duas praças centrais, a extensão da cobertura na área frontal à Igreja Matriz e a inédita concha erguida na Praça Rubião Júnior.

   Concebido para proporcionar dois ambientes, a prática e o gosto dos foliões acabaram formando três salões distintos. A área coberta em frente à Matriz acabou atraindo um público e a área da Manoel de Aguiar outro, com sonorizações diferentes. A se destacar que nos dias de show ao vivo com a Banda Amuletto a área coberta ficou bem mais animada. Comprovou-se, assim, o grande talento da banda, formada em sua maioria por músicos locais. Em contraponto, a sonorização deficiente da Manoel de Aguiar, com caixas acústicas instaladas em suportes sobre a "avenida" foi um ponto negativo abafado pela alegria dos foliões. Ao melhor estilo "qualquer barulho me diverte", a deficiência foi praticamente ignorada pelos brincantes.
 
  Já em relação ao salão em forma de concha acústica instalado no Largo do Rosário ficou a sensação de que poderia ser melhor explorado. Igualmente com sonorização a desejar, o ambiente não conseguiu empolgar. Talvez porque encerrasse muito cedo, quando os adeptos de marchinhas acabavam de voltar da rua depois de assistirem os blocos. Importante registrar que ele foi equivocadamente erguido à frente do Solar Aguiar Valim, tapando um dos principais cartões postais da cidade. O certo seria instalá-lo à frente da fonte d´água, onde acabaram ficando os brinquedos de diversão para as crianças.

  Entre os ambientes festivos ficou o ponto mais negativo da infraestrutura: os banheiros químicos. A despeito da preocupação externada pela Prefeita Mirian Bruno em entrevista ao blog, o problema do mau cheiro não foi solucionado. Novamente eles foram instalados na parte da frente do pátio do Solar, quando deveriam, ao menos, ficar nos fundos. A proximidade com a rua, além da pouca privacidade dos usuários, facilmente visualizados da área de circulação das pessoas, acentuou o mau cheiro que exalava pela falta de higiene, prejudicando sensivelmente os estabelecimentos comerciais vizinhos. Trata-se de um problema crônico, que se perpetua pelas administrações municipais que insistem em tratá-lo como uma providência secundária, ao invés de encará-lo como um dos pontos prioritários. 

  Sobre os pontos altamente positivos se começa pela decoração do artista plástico André Nader que "reciclou" para melhor a temática e o material usado no ano passado, com sombrinhas multicoloridas iluminadas. Elas atraíram os flashes dos populares. Não é arriscado afirmar que não houve quem não tirasse fotografias tendo a decoração como plano de fundo.

  E sob esse ambiente desfilaram os empolgantes blocos da cidade. Cada um com suas características peculiares. Da alegria escrachada do Bloco das Piranhas à organização contagiante do Unidos da Vila, passando pela cativante exibição da Escolinha de Samba Mirim, todos souberam contagiar  e entreter o público. Unidos da Palha, Laranjeiras, Ah! Vovô, Banana Power e Nega Maluca mereceram igualmente os troféus ofertados pelo governo municipal, pois representam a tradição do carnaval local.

  Neste ano, entremeando a folia houve  o Ato Público em campanha pelo Lixo Zero e a Segurança na Estrada, a SP-247, rodovia que liga a cidade ao Sertão da Bocaina. Uma iniciativa que envolveu uma associação de moradores, a AMOVALE, e alunos de uma escola pública municipal, a Escola Profª. Zenóbia de Paula Ferreira. O evento será abordado na próxima reportagem do blog.

  Por fim, cabem elogios à uma "barbada" do nosso carnaval. A Caminhada Carnavalesca em dose dupla foi marcante e, de quebra, revitalizou as tardes carnavalescas no domingo e na segunda-feira. É um sucesso sob todos os aspectos e atrai milhares de pessoas num cortejo festivo pelo Centro Histórico. Foi a 10ª edição da Caminhada, iniciada em 2005, que se tornou mais um marco do carnaval bananalense.
 
  O fator mais relevante, após um carnaval excelente como o de 2014, é que a fórmula pode e deve ser melhorada. Mesmo os pontos negativos podem ser contornados se a organização obedecer a um planejamento prévio.

  O Carnaval de Bananal evolui a cada ano e essa evolução representa maior público e mais diversão. Por consequência, urge maior organização preventiva.

  Com planejamento, dá para chegar bem próximo à perfeição e fazer do Reinado de Momo em Bananal uma grande festa de congraçamento, movida e embalada pela alegria de milhares de pessoas.

28 de fevereiro de 2014

Começa o Carnaval 2014 em Bananal.

  Sob a expectativa de ser um dos melhores dos últimos anos em termos de atrações e de grande público, começa oficialmente às 20 horas de hoje o Carnaval 2014 em Bananal.


  A festa se dará sob a inspiração da decoração de rua do artista plástico André Nader, que fez imenso sucesso no ano passado. Desta vez, as sombrinhas multicoloridas foram juntadas e iluminadas para mais um belo efeito visual.

  A abertura se dará com a entrega simbólica da chave da cidade ao Rei Momo, deflagrando um reinado de muita alegria e diversão.

  Com infra-estrutura dividida em 2 ambientes, o reinado de Momo em Bananal oferecerá opções para quem gosta de diferentes ritmos carnavalescos.

  No trecho principal da rua Manoel de Aguiar os foliões irão se divertir ao som de linha com DJ comandando a festa em ritmo de axé, marchinhas e sambas enredo. Os bailes populares serão encerrados pontualmente às 4 horas da manhã.

  Em dois dias a festa contará com shows. No sábado e na segunda-feira a Banda Amuletto se apresentará ao vivo, contagiando os foliões a partir das 23:50h.

  Pela "avenida" também desfilarão sete blocos e a Escolinha de Samba Mirim, em apresentações de 60 minutos cada. 

  Já começa a predominar na cidade a formação de blocos com nomes dos bairros.

  O Bloco Unidos da Palha é o primeiro a desfilar no sábado, às 20 horas, seguido pelo Bloco Ai Vovô e pelo Bloco Laranjeiras.

  No domingo, haverá a incontida irreverência do Bloco das Piranhas, às 21 horas, seguida pela tradição do mais organizado Bloco de Bananal, o Unidos da Vila, praticamente já uma Escola de Samba.

  Na segunda, o Bloco Banana Power abre o desfile às 21h, seguido depois pela descontração do Nega Maluca.

  Na terça-feira, às 21h, será a vez da Escolinha de Samba Mirim encantar o público. Neste ano, a Escolinha ganhou nome de um folião bastante especial e passa a se chamar "Flávio César de Carvalho Moreira".


  O folião que aprecia a tradição das marchinhas carnavalescas terá neste ano a oportunidade de brincar o carnaval sob um salão ao ar livre na Praça Rubião Júnior (Largo do Rosário). Entre as 20h e 00:30h com som de linha em três dias. No domingo e na terça-feira, o salão será animado com show ao vivo do Maestro Magé Sax de Ouro.

  Um dos pontos altos do Carnaval bananalense, a Caminhada Alcoológica será em dose dupla neste ano, ao som de um Trio Elétrico que arrasta milhares de foliões pelas ruas do centro histórico. Tendo sempre como ponto de partida a Praça Dona Domiciana (Praça da Estação), no domingo, a Caminhada descerá pela Barão de Joatinga (Beira Rio) em direção às ruas da área central. Na segunda-feira, o trajeto será um pouco mais curto, pela Avenida Bom Jesus até a Praça Rubião Júnior.

  E com essa animação, garantida sob forte aparato das Policias Civil e Militar, além de dezenas de seguranças particulares, a cidade abre os braços para receber milhares de foliões no Carnaval da Familia 2014.

Leia também:





 

27 de fevereiro de 2014

Prefeita de Bananal decide liberar caixas térmicas e assemelhados no Carnaval 2014.

  A Prefeita de Bananal, Mirian Ferreira de Oliveira Bruno, acaba de informar, com exclusividade ao Blog Bananal On Line, que irá revogar o artigo 5º do Decreto Municipal nº 283, de 24 de fevereiro de 2014.

FOTO: Fevereiro/2013 - Arquivo.
  O artigo vedava a permanência e circulação de pessoas com caixas térmicas e similares no entorno do Centro Histórico onde a Prefeitura promoverá o Carnaval (Praças Rubião Júnior e Pedro Ramos e na rua Manoel de Aguiar). O artigo limitava o armazenamento de 6 unidades de produtos por pessoa. Embora comum em outras localidades que promovem bailes populares para um público superior a 10 mil pessoas, a medida seria inédita em Bananal. O pouco tempo entre a decretação da medida e a festa carnavalesca pode ter influído na decisão da Prefeita.

  Grande parte dos artigos do decreto foram definidos em conjunto com a Policia Militar, priorizando, sobretudo, a segurança dos foliões.

  Os demais artigos do decreto continuam vigorando.

  Sendo assim, permanece terminantemente proibida a comercialização e o porte de bebidas acondicionadas em garrafas de vidro. Os infratores terão os objetos apreendidos e estarão sujeitos à aplicação de medidas legais.

  O decreto proíbe a colocação de mesas e cadeiras no lado externo de estabelecimentos comerciais e imóveis situados no centro histórico. Também é vedada a comercialização de bebidas alcoólicas depois das 4 horas, no encerramento dos bailes populares.

  Equipamentos de som mecânico ou automotivo na área central estão igualmente proibidos. Quem desobedecer terá equipamentos e veículos recolhidos pela Policia Militar.

  O artigo 8º do decreto reflete o objetivo de promover uma festa bastante segura. Ele proíbe, expressamente, a perturbação da ordem e segurança pública em manifestações que configurem a insegurança das pessoas e dos bens públicos.

  A inobservância aos dispositivos do decreto que permanecem vigorando configurará crime de desobediência e outras infrações legais.

  A Prefeitura exercerá, em consonância com os demais poderes do Estado, as funções de policia pela manutenção da ordem, da moralidade e da segurança pública.

25 de fevereiro de 2014

Estrutura do Carnaval 2014 em Bananal prevê segurança e alegria em dobro.

  A estrutura organizacional do Carnaval 2014 em Bananal foi concebida para oferecer o dobro de atrações e de segurança em relação ao festejo do ano anterior.

  Se em 2013 a Prefeitura estava sob o impacto de uma crise financeira que resultou num evento moderado, mas organizado com pleno êxito, o reinado de Momo neste ano promete mais organização e melhorias na recepção aos foliões.


   A começar pela orientação a ser prestada no Portal de Entrada da cidade. Uma equipe de jovens distribuirá aos turistas folhetos instrutivos contendo orientações para brincarem o carnaval da melhor forma, acompanhado de um trabalho de conscientização ambiental. Ao mesmo tempo, uma barreira policial irá promover inspeções preventivas nos veículos, coibindo irregularidades na documentação e multando motoristas eventualmente embriagados.

  Se no ano passado houve preocupação em restringir a área destinada à folia no entorno da Praça Pedro Ramos (Largo da Matriz) e trecho principal da rua Manoel de Aguiar, em 2014 os atrativos serão distribuídos em dois ambientes, ampliando a festividade para a Praça Rubião Júnior.

  No ambiente 1, a montagem será feita de forma a possibilitar o fluxo do trânsito durante o dia. Nenhuma estrutura causará o impedimento dos logradouros centrais. A exemplo do ano passado, na Praça da Matriz será erguida uma cobertura, em lona branca antichama, medindo 11x44 metros e altura de 3,5 metros. Além de servir de proteção ao público no caso de chuvas, esse túnel abrigará 7 tendas (4x4 metros) com balcão para servir de praça de alimentação.

  Esse túnel cobrirá o trecho de rua frontal à Matriz, entre as esquinas com as ruas Benedito Vitorino Costa e Dom Epaminondas. Nesta última, subida do lado direito da Igreja Matriz, será montado o palco para shows, com 24 metros quadrados (6x4).

  Completando o Ambiente 1,  na lateral da Praça com a Sorveteria Tio Beppi serão montadas 6 tendas 3x3 metros. No trecho frontal ao Hotel Brasil serão erguidas outras 4 tendas. Todas as tendas serão padronizadas, em modelo chapéu de bruxa na cor branca.

  No ambiente 2, instalado na Praça Rubião Júnior (Largo do Rosário), será montado um palco de 48 metros quadrados (8x6), com uma cobertura em concha, de alumínio e lona branca antichama, medindo 18x22 metros e altura de 8,5 metros. No local, a praça de alimentação terá 4 tendas (3x3 metros) padronizadas como as demais.

  Entre os dois ambientes, 20 banheiros químicos para o público masculino serão instalados no pátio interno do Solar Aguiar Valim. O banheiro público em alvenaria, existente ao lado, será disponibilizado somente para as mulheres. A Prefeitura pretende erradicar o mau cheiro que exala do local intensificando a fiscalização durante o evento e realizando limpeza diária, após  o encerramento dos bailes populares.

  Com a promoção da Caminhada Alcoológica em dois dias (domingo e segunda) a estrutura elaborou também especificações para o trio elétrico.  Ele deverá ter, no mínimo, 13 metros de extensão, com sonorização de qualidade e capacidade de comportar 10 pessoas para a animação do evento.

  Outro ponto de exigência é relativa ao item Segurança. Mesmo com o efetivo de policiais militares aumentado em dobro para este Carnaval, cerca de 30 seguranças particulares trabalharão em consonância com os policiais. Eles devem zelar pela segurança dos foliões e suas famílias, mantendo-se alertas em situações que apresentem suspeitas ou riscos, agindo prontamente para inibir a ação. No caso de ocorrências policiais, contribuirão com a indicação de testemunhas. .Eles também tem a missão de guardar o patrimônio público da cidade.

  A equipe de segurança estará preparada também para prestar informações corretas ao público, sempre com atendimento cortês e postura adequada ao perfil do solicitante.

  Todas essas especificações integraram o edital que definiu a empresa responsável pela organização do carnaval. No processo licitatório que ocorreu a menos de dez dias do evento, a empresa vencedora apresentou proposta de R$ 115 mil para promovê-lo. O valor ficou R$ 30 mil abaixo do montante global inicialmente estipulado pela Prefeitura.

22 de fevereiro de 2014

Prefeita de Bananal fala sobre o Carnaval 2014.

  A Prefeita de Bananal, Mirian Ferreira de Oliveira Bruno, concedeu entrevista ao Blog Bananal On Line na sexta-feira, 21 de fevereiro, abordando a organização do Carnaval 2014.

  Exatamente uma semana antes da folia, a carência de detalhes sobre o evento era grande. A solicitação de entrevista resultou da imensa procura por informações sobre o carnaval de Bananal, sobretudo em relação à programação. 

  Por questões burocráticas, a Prefeitura só fez licitação para a cessão do espaço público no dia da entrevista. Apesar disso, a indefinição era apenas em relação à empresa que organizaria o evento, uma vez que as especificações detalhadas sobre a estrutura organizacional do Carnaval 2014 já estavam delineadas Elas constam no edital do pregão presencial do processo licitatório.

  Antes da entrevista, a Prefeita informou que o Carnaval será divulgado em inserções na TV Vanguarda a partir da próxima terça-feira. Será utilizado o horário da manhã, com anúncios no período entre o Bom Dia Brasil e o Programa Mais Você, de Ana Maria Braga.

  Em cerca de 40 minutos de entrevista, distribuídos nos 5 players de áudio abaixo, Mirian Bruno falou sobre a infraestrutura do evento (decoração, praça de alimentação, segurança, trânsito, higiene e saúde), o repertório das músicas, a dose dupla da caminhada alcoológica, proibições regulatórias, a participação dos blocos e a recepção ao turista.

  Para ouvir, basta clicar no botão laranja, no canto superior esquerdo do player de áudio.

INFRAESTRUTURA DO EVENTO.



REPERTÓRIO DAS MÚSICAS E CAMINHADA ALCOOLÓGICA.



MEDIDAS PARA GARANTIR A SEGURANÇA DOS FOLIÕES.




PARTICIPAÇÃO DOS BLOCOS.



RECEPÇÃO AO TURISTA E CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL.